Pessoa na valise

 

 

A 13 de junho de 1888 vinha à luz FERNANDO Antônio Nogueira PESSOA.

Uma homenagem íntima, minha, à medida de uma valise, ao maior poeta em língua portuguesa do século XX.

Dele que versaria à mesma data e mês em que nasci, 35 anos antes de meu nascimento

                                         5-4-1931

Sou um evadido

Logo que nascia

Fecharam-me em mim,

Ah, mas eu fugi.

Se a gente se cansa

Do mesmo lugar,

Do mesmo ser

Por que não se cansar?

Minha alma procura-me

Mas eu ando a monte,

Oxalá que ela

Nunca me encontre.

Ser um é cadeia,

Ser eu é não ser.

Viverei fugindo

Mas vivo a valer.

Fernando Pessoa

+++++++++++++++++

por Marco Aqueiva

                                            13-6-2008

Correndo em ziguezague

segurando à mão e soltando pessoas

Correndo em ziguezague

a valise de si mesmo pra lá e pra cá pendendo

Pessoas por entre enleios e embaraços

A engrenagem das horas em círculo

em torno de achados e perdidos

entre os maciços publicados

e impublicáveis das lembranças

e sonhos

+++++++++++++++++

Só assim, mesmo abaixo, para juntar-me ao mestre:)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: