Valise como medida do mundo

 

 

 

É hora de pesar a valise. Ou melhor, pôr na balança a valise,

o Projeto Valise 2008. E o faremos sucinta e objetivamente.

 

Estão à disposição do leitor valises tantas, de formatos e cores as mais diversas, que bem representam o melhor que a literatura brasileira contemporânea vem desenvolvendo. Trata-se de valises de autores expressivos da literatura brasileira contemporânea, bem como de promissores talentos estreantes nas letras.

 

Um projeto literário coletivo desenvolvido, até o momento, por

 

Ana Luiza Burlamaqui                     Paulo Sacaldassy

Carlos Pessoa Rosa                         Pedro Du Bois

Carmen Silvia Presotto                   Nestor Lampros

Fátima Brito                                    Prika Cavalcanti

Jair dos Santos Altério                   Saide Kahtouni

Marco Aqueiva                               Tânia Du Bois

 

A partir da semana que se iniciará, o Projeto Valise 2008 agrega nova perspectiva, então de fundo crítico. Assim, além de contribuições livres, de caráter ficcional, em torno do tema valise, traremos autores abrindo a valise de outros autores. Um leitor-autor que abre a valise de autor admirado, enfocando algum(ns) aspecto(s) da obra deste último a partir de sua valise diária ou de viagens. O enfoque é, portanto, abordar um  autor a partir do que ele possa ter guardado e ocultado na valise. 

 

Uma caderneta de apontamentos era o vade mecum de Euclides da Cunha e Guimarães Rosa. O que mais cada um levaria na valise? De que leituras ambos não se separariam? Que outros segredos essas valises ocultariam? Álvaro de Campos, tão personagem quanto Fernando Pessoa, portava uma valise. Que frustrações ou sonhos pulsam em seu interior?

 

– O que podemos, enfim, encontrar na valise de um escritor, ou de uma de suas personagens?

 

O projeto está no formato blogue, exigindo, portanto, a participação dos leitores com comentários. Ponto este que, até o momento, tem deixado a desejar se considerarmos que este empreendimento tem contado com aproximadamente 100 visualizações semanais desde o início de julho.

 

Por isso, o apelo: – Participem não apenas como leitores, deixem seus comentários e sugestões. Não sejam apenas leitores, tornem-se também autores.

 

Por fim, informo que nas próximas semanas as postagens ocorrerão às quartas e aos sábados. Programem-se.

 

Um abraço caloroso!

 

+++++++++++++++++ 

 

Crédito de imagem: Michelangelo Cactani, La materia della Divina Comedia, 1855.

 

Anúncios

Uma resposta to “Valise como medida do mundo”

  1. Caro Marco!

    Gracias pelo projeto!!! Estar incluída nesta Valise Literária, além de um significante Projeto a outros, é um tempo para seguirmos melhores em escrituras, re-leituras, aprendendo, constantemente, a arte de nos reinventar a cada manhã, a cada abrir de portas, a cada encontro para seguirmos a eterna viagem que nos carimba: humanidade!!!

    Que nossas cadernetas, nossos diários, nossos blocos-blogues enriqueçam-se por mais notas, feito o Caderno Verde de Chê…

    Parabéns!

    Com carinho,
    Carmen Silvia Presotto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: