AdáGio para pregO marteLO e portA-retratO na VaLiSe

yerka

Jacek Yerka

 

por NEUZA PINHEIRO

 

 

1

 

guardava fotografias
como quem crava amores no peito
como quem guarda feridas na gaveta
 
Hoje a parede me disse
– traz teus espelhos!
 
e cá estou eu
prego  martelo  e  porta-retrato
neste desnudamento íntimo
 
como numa execução
como num orgasmo
 
me desfazendo na dor mais absurda
bebendo aos poucos meu vinho tinto
seco
em meio a uma nuvem de substâncias
tóxicas
olhos fixos no maço de cigarros
 
ao fumar você exala arsênico e naftalina
também usados contra ratos e baratas
 
e cá estou eu
prego  martelo  porta-retrato
neste desnudamento íntimo
 
como numa execução
como num orgasmo…
 2
 
cuspi o meu coração
aqui, na palma da mão
joguei na primeira esquina
 
tudo voou pelos ares
 
e tudo queimou comigo
naquela explosão
 
o meu vestido de renda
meu lápis de sobrancelhas
meus espelhos  meu batom
 
cartas de amores  de amigos
 
 
todos os meus arquivos
de solidão

Anúncios

2 Respostas to “AdáGio para pregO marteLO e portA-retratO na VaLiSe”

  1. Neuza que belo desnudamento, as palavras vão dançando ao ritmo de muitas imagens…

    Um abraço,
    Carmen Silvia Presotto
    http://www.vidraguas.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: