PrOcurA-se AqueLe cegO dA esQuinA

                         por Marco Aqueiva

 

Que literatura podemos fazer em 2010?

.

Ou que descoberta pode fazer o leitor

se o leitor é escritor e o escritor é leitor?

Ou o leitor cego na esquina não encontra poesia?

Ou a poesia caolha não encontra o leitor?

Ou o leitor não encontra a livraria?

Ou o poeta não entrou na livraria

onde o pé cansado do leitor hesita entrar?

.

Ou quando um assoma o outro diminui ignorado

Ou quando um se afoga may-day

byte a byte no fechar das janelas

o outro teria sumido descolorido

e anônimo entre ambulantes

.

Descolado do ego e olhos no meio da rua

Ambos?

.

Não façam caso, não, se não souberem

que literatura podemos fazer ou ignorar em 2010

.

tudo é refulgência e algarAvia,

tudo é opaCidade e silêncio

.

e não podem faltar culpas a um

e um pedido de desculpas ao outro

e ambos se aprovam sem reservas

.

pois um é o outro

___   + “`   ´´´  +   ___

Imagem: Max Ernst

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: