H2Horas – o filme

 

Um autor faz uso literário da palavra. Outro também. E aquele outro? Ele também.

Um caminha. Outro faz o mesmo. E aquele outro? Também ele caminha.

Um atravessa ruas, pontes, jornais e revistas, páginas de poemas e romances, jornais. E os outros autores? Também.

São tantos os caminhos, passagens, paisagens, hábitos, hálitos, fios de alta tensão, separando-nos, isolando-nos que a arte talvez seja o único instrumento que possa mesmo nos apontar uma possibilidade de outra coisa, reintegrando no homem a humanidade do convívio,  antes que o poeta, condenado à experiência solitária, não vá além da experiência solitária da palavra.

O propósito deste arrazoado curto é dizer que, no âmbito da web artística, o grande e último lançamento de 2009 é também o primeiro grande lançamento de 2010. E não consigo vislumbrar nada melhor que venha pela frente que não saia do Cronópios!

Só por isso vale assistir ao video linkado abaixo.

http://www.cronopios.com.br/h2horas/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: