O mar, ao mar, na VaLiSe

 

por Marco Aqueiva

 

Nada mais parecido com o mar do que sua imagem.

Mas cuidado com o vão entre o mar e a imagem do mar.

No mar os olhos vão ao encontro do horizonte e gasta-se o impossível na ambição suprema de alcançá-lo.

Em perseguição à imagem do mar sigo algumas palavras – poesia, princípios do sonho e realidade, jogos, conceição do prazer da literatura – em circulação nas comunidades que freqüento, seus roteiros e cantos de sereia.

Teimo em destravar os fechos da ilusão esperando surgir o mar inteiro

nestas valises.

Anúncios

3 Respostas to “O mar, ao mar, na VaLiSe”

  1. Genial Aqueiva!!!

    É, quem nos carrega é o mar… Um beijo amigo e companheiro, bom domingo e seguimos…

    Carmen Silvia Presotto

  2. Tão bonitas tuas palavras…
    Abraço!

  3. Tânia Du Bois Says:

    Oi Marco,

    quanta sensibilidade!
    As palavras são como o mar – vêm e vão -, e quando carregadas na valise vem e ficam para nos fazer companhia.

    Abraços,

    Tânia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: