Notas sobre a poesia contemporânea

2013_Alguma ruminação sobre a verde pétala da poesia_O Escritor_2013_abril (1) (1) 2010_Obus furtivo_Leonardo MAthiasDizer que a Poesia vem cada vez mais definhando a ponto de estar fadada ao desaparecimento, pois não tem lugar hoje, em nossa sociedade, etc. etc., seria o mesmo que afirmar que a humanidade prescinde da experiência artística. Em grande medida é uma burla dizer que a Poesia resiste solitária tanto no poeta publicado quanto naquele inédito que, invisível ao mercado, faz uso da tecnologia que o mercado proporciona, publicando seus poemas em blogues e revistas literárias virtuais. 

____________

Ensaio publicado originalmente no Jornal O Escritor, da UBE União Brasileira de Escritores, está disponível no Literatura sem fronteiras. Para acessá-lo, é só clicar:

http://literaturasemfronteiras.blogspot.com.br/2013/07/alguma-ruminacao-sobre-verde-petala-da.html#more

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: