Archive for the Chico Science Category

Imagens da noite: diálogo com muitas vozes

Posted in Art, arte, Chico Science, Crítica, Crítica Literária, Cronópios, Ensaio, Fred Zero Quatro, literatura, Literatura 2011, Literatura Brasileira, literatura latino-americana, Nação Zumbi, Poética, poesia, Poetry, prosa poética, semiótica, Valises on 25 fevereiro, 2011 by Marco Aqueiva

Há poucos dias foi publicado no CRONÓPIOS o primeiro texto de uma série em que dialogo com vozes da atual produção poética brasileira.

Ficarei bastante contente e satisfeito se acompanharem a publicação.

Confiram o início

http://www.cronopios.com.br/site/poesia.asp?id=4909

 

Anúncios

AnTeNe-Se na VaLiSe inConSpuRcáVeL (parte i)

Posted in Art, arte, artes plásticas, Chico Science, Copa 2010_alternativa, literatura, Literatura 2010, Literatura Brasileira, literature, mangue beat, Mangue boys, Metalinguagem, Nação Zumbi, Poética, poema, Poetry, semiótica, Valise 2010, Valises on 15 junho, 2010 by Marco Aqueiva

pelas manhãs

cafés e analgésicos

 

à tarde

antitérmicos e coca

com limão e gelo

 

à noite

classe executiva

recarregar a valise

com chips whisky mais drogas

da net

 

+ + +     =  .=  .=  .=     + + +

texto e imagem: Marco Aqueiva 

uMa VaLiSe eNfiaDa Na LaMa

Posted in Chico Science, crônica, da lama ao caos, groove, literatura, Literatura 2010, literature, mangue beat, Mangue boys, música, Nação Zumbi, semiótica on 28 março, 2010 by Marco Aqueiva

Uma antena enfiada na lama

Num dia de sol nascendo, sendo levado sonolento ao trabalho, acordei em Sampa com palavras saltando da parada de ônibus. Periferia é sangue! A porção de imobilidade que havia em mim sacudiu-se com a mesma sensação de inércia do dia anterior. Ô Josué, eu nunca ví tamanha desgraça quanto mais miséria tem, mais urubu ameaça. Podia desligar o MP4 e continuar séssil e flatulento. Posso sair daqui para me organizar. Posso sair daqui para desorganizar. Viva Zapata! Viva Sandino! Viva Zumbi! Antônio Conselheiro! Todos os panteras negras. Salve Chico Science, que carregava a palavra certa pra doutor reclamar.

Continuem a fazer-se mangueboys e manguegirls e talvez um dia reencontremos Chico Science espesso e fecundo revolvendo a lama dos urubus de Recife. De Brasília.

       =  =   (  (  0  0  )  )   =  =

imagem e texto: marco aqueiva