Archive for the Dia nacional da Poesia Category

VaLiSe a toDoS oS DiaS de PoeSia

Posted in Dia nacional da Poesia, literatura, Literatura 2010, Literatura Brasileira, literature, Metalinguagem, Poética, poema, poesia, Poetry, semiótica, Valise 2010, Valises on 14 março, 2010 by Marco Aqueiva

 

DeNtrO Da PeQueNa VaLiSe

Posted in Art, arte, artes plásticas, Dia nacional da Poesia, literatura, Literatura Brasileira, literature, Poética, poema, poesia, Poetry, Projeto valise 2009, semiótica, Valise 2010, Valises on 14 março, 2010 by Marco Aqueiva

                 por Nestor Lampros

  

Avultam abusos.

Entre o que come e o que escorre;

Entre o que mija e o que sobrepisa;

Entre o que entra e o que afaga;

Entre o que penetra e o que interpreta.

 

Irando as ilhas antes de dormir a faca coagula

O cetro que inaugura entornos assimétricos…

 

Depois mais abandonos.

 

Súbitos poetas na net descrevem o que roda,

Sem parar na noite caótica

Que brilha ao

Brilhar.

Convulsos negros

Dentro das gavetas, facas ao

Mesmo tempo dependentes do ócio.

 

Surras vespertinas no avulso dos ossos.

Entre as esferas biliares um olho que mira o sono

Dos deuses mortos pelo papel,

Invento sem trégua nem carretéis  de nenhuma linha ocorrem

Antes de nascer.

 

Os vultos carregados de neblinas

Correm, aflitos, as pandemias

Loucas de uma agulha

Caída no sangue desinfetado.

 

E na hora esgrimista, antes de saírem do tédio,

Surge em volutas sonoras

Um rodopio.

 

Os pássaros destros empilham seus mortos.

 

Eu reprimido pelo peso

Fantástico do éter

Corrijo

A noção do ópio.

 

Entre a mira  e o som dos dedos

Abro minha valise.

 

Dentro trago um pequeno deus

 

Envolto em celofane e pronto para ser devorado

Pelos meus trinta e três cabelos  mudos.

 

_    +    _     +    _    >_   ?   _ <     _    +    _    +    _

Imagem: Marco Aqueiva

VaLiSe(s) pela PoeSiA CORpo SOLidário

Posted in 2009, Art, arte, Crítica, Dia internacional da Poesia, Dia nacional da Poesia, literatura, literature, mídia, poesia, semiótica, Valises on 25 fevereiro, 2009 by Marco Aqueiva

gaia-copy

por MARCO AQUEIVA

 

Nos salões e avenidas

a arte de conjugar

braços pernas vertigem

samba suor espirais

 

Outro lado da tela

olhos a olhar taquaras

clarão sem brilho

ao meio das rugas

 

Aqui de mãos vazias

olho surdo ao calor

de sambas conjugando

a nudez ostensiva

 

o turbilhão de imagens

clarão de astros sem brilho

chanchadas maculadas

de álbuns pornográficos

 

Nos quatorze mil verbos

da língua portuguesa

construindo a linguagem

dissonante dos poetas

 

               agem mãos pés braços

por um corpo solidário

 

_________________________

 

14 de março – Dia Nacional da Poesia

21 de março – Dia Internacional da Poesia

 

A partir de 14 de março, publicaremos, além das habituais valises ficcionais e ensaísticas, textos que circundem a poesia, que dela tratem, conjugando vozes, construindo um canto solidário.

 

Meus amigos:

Contribuam, enviando sua colaboração para

 

marcoaqueiva@yahoo.com.br